terça-feira, 12 de abril de 2011

Cadeias e Teias Alimentares .

A cadeia alimentar é uma sequência de seres vivos que dependem uns dos outros para se alimentar. É a maneira de expressar as relações de alimentação entre os organismos de uma comunidade/ecossistema, iniciando-se nos produtores e passando para os consumidores (herbívoros, predadores) e decompositores, por esta ordem. Ao longo da cadeia alimentar há uma transferência de energia e de nutrientes, sempre no sentido dos produtores para os consumidores. A transferência de nutrientes fecha-se com o retorno dos nutrientes aos produtores, possibilitado pelos decompositores que transformam a matéria orgânica dos cadáveres e excrementos em compostos mais simples, pelo que falamos de um ciclo de transferência de nutrientes. A energia, por outro lado, é utilizada por todos os seres que se inserem na cadeia alimentar para sustentar as suas funções, diminuindo ao longo da cadeia alimentar (perde-se na forma de calor),não sendo reaproveitável. A Energia tem portanto um percurso acíclico. Esse processo é conhecido pelos ecologistas como fluxo de energia.


 Organismos autótrofos – São assim chamados todos os organismos que têm a capacidade de transformar a matéria inorgânica em matéria orgânica, normalmente, utilizando a luz solar e produzindo o oxigênio. Têm essa capacidade todos os fotossintetizantes e quimiossintetizantes (que ao invés da luz solar, utilizam substâncias químicas oxidadas).

Organismos heterótrofos – São assim considerados todos os organismos que não são capazes de produzir o seu próprio alimento, tendo assim, que utilizar a energia produzida pelos autótrofos ou mesmo por outros heterótrofos (dependendo de sua dieta).

Produtores – São sempre autótrofos, produzem alimento que será usado na cadeia, e por isso estão obrigatoriamente no início de qualquer cadeia alimentar. A energia transformada a partir da luz solar e do gás carbônico será repassada a todos os outros componentes restantes da cadeia ecológica. Os principais produtores conhecidos são plantas e algas microscópicas (fitoplâncton).

Consumidores – São os organismos que necessitam alimentar-se de outros organismos para obter a energia que eles não podem produzir para si próprios. Vão-se alimentar dos autótrofos e de outros heterótrofos podendo ser consumidores primários, consumidores secundários, consumidores terciários e assim por diante. Na alimentação, nem toda a energia obtida será integralmente usada, isto é, parte dessa energia não será absorvida e será eliminada com as fezes; outra parte será dissipada em forma de calor. Assim, grande parte da energia será “perdida” no decorrer de uma cadeia alimentar, diminuindo sempre a cada nível. Podemos, então, dizer que o fluxo de energia num ecossistema é unidirecional começando sempre com a luz solar incidindo sobre os produtores, e diminuindo a cada nível alimentar dos consumidores.

Decompositores – São organismos que atuam exatamente em papel contrário ao dos produtores. Eles transformam matéria orgânica em matéria inorgânica, reduzindo compostos complexos em moléculas simples, fazendo que estes compostos retornem ao solo para serem utilizados novamente por outro produtor, gerando uma nova cadeia alimentar. Os decompositores mais importantes são bactérias e fungos. Por se alimentarem de matéria em decomposição são considerados saprófitos.

O conjunto de uma série de ecossistemas é chamado de teia alimentar. Nesse caso, várias teias se entrelaçam, fazendo que as relações ecológicas sejam múltiplas e o alimento disponível possa ser utilizado por vários indivíduos, realmente compondo um ecossistema.


Teia alimentar é um conjunto de cadeias alimentares ligadas entre si, geralmente representado como um diagrama das relações tróficas (alimentares) entre os diversos organismos ou espécies de um ecossistema.
As teias alimentares, em comparação com as cadeias, apresentam situações mais perto da realidade, onde cada espécie se alimenta em vários níveis hierárquicos diferentes e produz uma complexa teia de interações alimentares. Todas as cadeias alimentares começam com um único organismo produtor, mas uma teia alimentar pode ter vários produtores. A complexidade de teias alimentares limita o número de níveis hierárquicos, assim como na cadeia.
As teias alimentares dão uma noção mais realista do que acontece nos diversos ecossistemas porque a relação entre dois organismos (o alimento e seu consumidor) não é sempre a mesma.
Os consumidores variam de alimento conforme sua disponibilidade no ambiente.

14 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Esse tema muito bom de ser estudado.Desde ah 5ªserie que vemos...Agora estamos revendo no ensino medio só que um pouco mais aprofundado...Esse tema nós mostra um pouco da vida dos seres vivos de como eles se alimentam ate chegar nos decompositores e nos mostra tambem que um se alimenta do outro...
    Stefânia Gonzaga Aluna do 3° ano C Manha.

    ResponderExcluir
  3. muito bom relembra esse assunto que agente viu na 5º serie

    ResponderExcluir
  4. o blog esta sendo muito interativo pois nos mostra o conteudo que ja foi dado em sala de aula.

    ResponderExcluir
  5. Esse assunto é um pouco longo mais facil de se entender, pois ja vimos alguns anos atras no ensino fundamental e estamos vendo agora mais aprofundado...
    Sabrina Oliveira 3°C manha

    ResponderExcluir
  6. Uma cadeia alimentar geralmente apresenta três ou quatro elos , sendo raros os casos de mais de seis elos. O primeiro componente de uma cadeia alimentar é sempre um organismo autotrofico, em geral uma alga ou uma planta.
    Nayara Thays 3c manha

    ResponderExcluir
  7. O primeiro componente da cadeia é denominado produtor, poie é quem capta energia luminosa(ou energia quimica, no caso dos quimiossintetizantes) e a utiliza para síntese de matéria orgãnica, a partir de substãncias inorgânicas.
    Nayara Thays 3c manhã

    ResponderExcluir
  8. O primeiro componente da cadeia é denominado produtor, pois é quem capta energia luminosa (ou energia quimica, no caso dos quimiossintetizantes) e a utiliza para a síntese de matéria orgãnica, a partir de substâncias inorgânicas.
    Nayara Thays 3c manhã

    ResponderExcluir
  9. Sabemos que o primeiro componente da cadeia é o produtor, os demais componentes da cadeia, é denominados consumidores, utilizam a energia captada pelos produtores e armazenada nas moléculas orgânicas que imegerem como alimento.
    Nayara Thays 3c manhã

    ResponderExcluir
  10. A cadeia alimentar é uma sequência de seres vivos que dependem uns dos outros para se alimentar, ou seja, obtendo a energia do outro que é o seu calor. Essa energia é transferida do produtor para o consumidor de 1º,2ºe 3ºordem assim sucessivamente.

    ResponderExcluir
  11. bem sempre o 1ºprodutor da cadeia alimentar vai ser uma planta que capta a luz solar já na teia alimentar pode começar com um comsumidor que vai dividir os niveis troficos junto com os outros comsumidores,ou seja, a teia alimentar é um conjunto de cadeias alimentares.

    ResponderExcluir
  12. Produtores são todos os seres autotróficos clorofilados, presentes em todas as cadeias alimentares eles que transformam a energia luminosa em energia química, sendo assim, o único processo de entrada de energia em um ecossistema.
    Consumidores são os que se alimentam dos produtores (consumidores primários) ou de outros consumidores (consumidores secundários, terciários, etc)
    Decompositores reciclam a matéria orgânica, decompondo-a e degradando em matéria inorgânica.

    ResponderExcluir
  13. Ér esse assunto é um dos melhores e mais faceis que já estudei' .. É uma sequencia de consumidores... Cada um que vai se alimentando do outro levar uma parte do 1º produtor isto é bem interessante

    ResponderExcluir
  14. Bem legal a explicação, as imagens> Paabéns!

    ResponderExcluir